Bloqueio Criativo? Pegue emprestado as ideias alheias

Bloqueio Criativo? Pegue emprestado as ideias alheias

 

Tudo bem por aí? Por aqui está ótimo, não fosse uma página inteira em branco para escrever sobre algo relevante. Pensar na tela em branco é um pouco assustador quando você está com o deadline apertado e tem alguém te pressionando para entregar o job.

Se você não estiver inspirado e com o famoso "bloqueio criativo", para quê criar algo novo? A gente precisa aceitar e criar o hábito de olhar o trabalho de outras pessoas para ter novas ideias.

No livro "Roube como um artista", o autor Austin Kleon nos traz infinitas justificativas para que comecemos a observar e ser influenciado pelo trabalho de outras pessoas:

Se nos libertássemos do peso de tentar ser totalmente originais, poderíamos parar de tentar criar algo do nada e poderíamos abraçar a influência, em vez de fugir dela

Por várias vezes eu ouvi colegas de trabalho (e até eu mesma) criando uma pressão desnecessária para criarmos algo original e inovador, o que acaba atraindo o bloqueio criativo. A gente tem tanto conteúdo de arte, logotipo, sites, jogos, aplicativos e peças comunicacionais que deveríamos, na verdade, estudá-los incansavelmente e encontrar como aplicar em nosso trabalho. Porém, infelizmente, eu vejo a equipe criativa descartar ideias iniciais sem pensar que aquilo pode ser utilizado posteriormente.

Jogar no lixo ideias consideradas não-originais acabam por eliminar a possibilidade de algo inovador. É na prática que a gente encontra o caminho por qual seguir. Julia Cameron aborda muito em seu livro "O caminho do Artista" que precisamos nos livrar de qualquer ressentimento que nos faça desviar o foco do que é importante e nos sugere escrever páginas matinais para que todo o "lixo" que há em nossa mente seja despejado em um caderninho espiral.

No meio de escritores, eles sabem que, para você escrever bem, é preciso escrever. Eles não estão nem um pouco preocupados com as influências que  existem por trás de suas obras, porque sabem que sua criatividade irá se destacar. Da mesma forma nós, designers, precisamos lidar. Para criar algo incrível, é preciso criar.  

Não estou dizendo para você não se desafiar a criar algo novo ou - pior - plagiar. Estou dizendo para você se encher de influências em todos os universos para criar um estilo próprio e facilitar o trabalho de sua mente.  

Por várias vezes vagando pelo Dribbble, encontrei referências aleatórias para um trabalho de design - como a foto de uma lata de tinta para criar o logo de uma loja de roupas.  

Crie uma gaveta virtual para recorrer quando estiver com os níveis de criatividade abaixo da média e tenha pessoas criativas a seu redor, sempre dá para sugar uma ideia nova em algo que pode, na hora, não ser relevante.  

Conta aí pra gente o que você costuma fazer quando está totalmente bloqueado para criar. Não esqueça de compartilhar esse link para que outras pessoas tenham acesso à novas informações!      

Karen Alves
Karen Alves

Designer e Social Media

Deixe seu Comentário

Rennato Alves
Entre em Contato

Como eu posso ajudar você hoje?